Visita ao Banco Alimentar Contra a Fome

03-07-2008

No dia 14 de Maio o Grupo de Tutores do Projecto Poder Escolher visitou o Banco Alimentar Contra a Fome.

Fomos de comboio até Alcântara e quando chegámos conversámos com duas psicólogas do Banco Alimentar Contra a Fome.

Fizemos uma recolha de perguntas sobre o Banco e assim que lá chegámos fomos bombardear as técnicas…

Aprendemos muita coisa, por exemplo: tudo começou quando um senhor americano reparou no desperdício que se fazia num restaurante pela janela de sua casa. Nesse restaurante sobrava imensa comida, a comida ia toda para o lixo, e os mendigos comiam do lixo. Esse senhor chamava-se John Van Vengel (fundador do banco alimentar), e pensou numa maneira de não desperdiçar e dar a quem necessita.

Em Portugal, o Banco Alimentar surge através do comandante José Vaz Pinto e actualmente a presidente da direcção chama-se Isabel Jonet.

Valores como a dádiva, a partilha, a gratuidade e o voluntariado fazem parte do vocabulário do Banco Alimentar.

Cerca de 90% das pessoas que ali trabalham são voluntárias, sendo apenas 15 pessoas assalariadas.

Nas campanhas, os voluntários chegam a ser entre 3500 e 4000!

Existem 274 Instituições que beneficiam do Banco Alimentar Contra a Fome de Lisboa, onde são apoiadas mais de 59 mil pessoas.

O primeiro Banco Alimentar Contra a Fome, surgiu em Lisboa.

Mas também ficámos a saber que as campanhas de recolha de alimentos nos supermercados não chegam para tantas necessidades, têm de haver mais iniciativas.

O Banco Alimentar tem um lema que é "Lutar contra o desperdício". Por exemplo, alguns supermercados ou fábricas têm produtos que iriam ser deitados fora, por estarem quase a sair do prazo de validade, por estarem amolgados ou danificados, mas que no seu conteúdo estão bons. Muitos produtos que os supermercados vendem apenas em certas épocas, tipo as amêndoas e os ovos de chocolate da Páscoa, são reaproveitados pelo Banco Alimentar.

Assim ficamos a saber um pouco mais sobre esta instituição que tão bem faz a quem precisa!

Nós adorámos esta visita, aprendemos muito e, no final, ainda recebemos um diploma por termos contribuído com 10 Kg de alimentos!

Soraia Matos e Miguel Silva (Clube de Jornalismo)

Comentários

    Ainda não há comentários. Insere o teu comentário