Visita à Fundação de Serralves

01-05-2007

O Projecto METAS (Porto) promove, em Abril, visitas à Fundação de Serralves, com o objectivo de sensibilizar as crianças e professores para as temáticas da arte, para além de facilitar o seu contacto com um espaço arquitectónico e de ambiente com características singulares.

"A Fundação de Serralves é um dos parceiros do Projecto METAS. No projecto temos como objectivo a promoção do sucesso escolar das crianças do 1º e 2º anos das escolas de Lordelo e Aleixo. Para além da implementação dos Planos de Sucesso Educativo e da intervenção em sala de aula, estão, no plano de actividades do projecto, programadas oficinas culturais, de enriquecimento curricular e que permitem estimular a criatividade", esclarece a técnica do projecto, Patrícia Costa.

"O 1º ano da Escola de Lordelo participou no dia 13 de Abril, na oficina "Um som não tem pernas para se apoiar", com a representação de sonoridades e outros estímulos auditivos através de registos gráficos.

Deslocámo-nos de autocarro até à Fundação de Serralves. Fomos recebidos pelo monitor, que nos apresentou o espaço do museu e nos levou até à sala do serviço educativo, onde decorreu a oficina. O monitor distribuiu folhas por cada criança. Com os olhos vendados, as crianças foram desenhando livremente, ao ritmo da música. Depois compararam os vários desenhos que fizeram com as diferentes músicas de Debussy e John Cage. Representaram também, através de traços, os sons dos animais (mais graves ou agudos, mais fortes ou mais suaves).

No final, desenharam todos numa folha, ao ritmo de uma música bastante agitada. Foram trabalhados várias regras, no entanto, verificou-se que ainda não as conseguem respeitar integralmente.

No dia 16 de Abril, foi a vez da turma de 2º ano da Escola de Lordelo. Participaram na Oficina "Jogos de Música", que apela à criatividade através de jogos musicais de (re) conhecimento do corpo e do(s) seu(s) tempo(s). A partir do movimento, os participantes irão construir frases musicais e coreográficas, com o objectivo de desenvolver a expressão corporal e o sentido rítmico.

A actividade desenrolou-se na Casa de Serralves. Depois de alguns exercícios de aquecimento, foram realizadas várias dinâmicas em que foi trabalhada a criatividade e estimulada a imaginação", conclui a técnica.

Comentários

    Ainda não há comentários. Insere o teu comentário