Primeira sessão da Campanha contra a Violência arranca em Oeiras

14-04-2009

A primeira sessão da Campanha "A Violência é um ciclo. Tu podes Pará-lo" realizou-se no dia 13 de Abril, às 16h00, no Espaço Jovem de Carnaxide, em Oeiras. Para além da presença da Alta Comissária para a Imigração e o Diálogo Intercultural, Rosário Farmhouse, do Director Executivo do Programa Escolhas, Pedro Calado, do Secretário de Estado do Ordenamento do Território e das Cidades, João Ferrão, e da Vereadora da Acção Social da Câmara Municipal de Oeiras, Elisabete Oliveira, esta sessão contou com as presenças de algumas das personalidades que têm dado a cara por esta causa, nomeadamente, do campeão nacional de kick-boxing, José Reis e dos músicos Virgul, dos Da Weasel, e Guitchu, dos Blasted Mechanism.


A primeira sessão da Campanha

Mediada pela jornalista do Programa Nós (RTP2), Vanessa Sousa, que abriu a sessão dizendo ser este um espaço interactivo de debate, durante cerca de hora e meia os jovens dos projectos escolhas "Da Escola à Comunidade", "Afri-Cá: Asas e Raizes, e do Espaço Jovem de Carnaxide, puderam conversar com os seus "ídolos" e aprender algumas maneiras de se "dar a volta à violência".


Guitchu fala e Vanessa Sousa é a mediadora neste Debate

José Reis iniciou a sua intervenção dizendo que, "tendo em conta que esta causa é "lutar" contra a violência, eu não poderia deixar de vir". Este atleta contou que, o que o motivou a fazer este desporto foi o facto de ter sido vítima de bullying na escola. "Desde que, comecei a treinar, apesar de ter como responder a actos de violência, nunca precisei de bater em ninguém, porque as pessoas começaram-me a respeitar. Respeitam-me por aquilo que sou, por aquilo que conquistei e, assim, consegui impor-me através do respeito, e não da violência". No entanto, apesar de ter tido este tipo de problema na escola, e de ter sucesso na modalidade que pratica, José Reis disse nunca ter pensado em deixar de estudar. "Ainda bem que estudei! Porque se as coisas não tivessem dado certo no desporto, eu teria outras alternativas", continuou. "A força e o combustível que eu sempre tive foram as pessoas acharem que eu não era capaz de fazer isto", concluiu.


José Reis e Virgul

Guitchu interveio dizendo que é preciso muito trabalho, mas também é preciso sonhar para se conquistar aquilo que se quer. "Quanto mais eu sonho, mais os sonhos se tornam realidade! Eu sabia o que queria e, por isso, fui traçando o meu percurso. Foi o sonho que me trouxe até onde cheguei".

Virgul também afirmou que "é possível ser o que queremos. Não é fácil, passamos por muitas dificuldades, mas é possível!"

Após estas intervenções, os demais presentes puderam debater com estes convidados o tema da "violência". A Alta Comissária para a Imigração e o Diálogo Intercultural contou que, durante a sua adolescência presenciou algumas situações de violência na escola, sendo que as que mais lhe marcaram foram as situações de toxicodependência vivenciadas por alguns dos seus colegas.


Rosário Farmhouse também participa

João Ferrão concordou dizendo que problemas como a toxicodependência podem atingir qualquer pessoa, sejam elas provenientes dos bairros sociais, sejam as provenientes de bairros melhores. "Por isso, valores como a solidariedade e a amizade são tão importantes", enfatizou.

Através deste debate chegou-se à conclusão de que, "violência gera mais violência" e apontou-se como possíveis situações causadoras de actos de violência a pressão que muitos jovens sofrem para praticar tais actos e, desta forma, serem aceites no meio em que vivem.

Por outro lado, os testemunhos ali apresentados mostraram que através da música, do desporto e de outras formas, é possível as pessoas se afirmarem, ganharem respeito e reconhecimento, sem ser necessário utilizar a violência para tal. "Esse é o segredo. Conseguirmo-nos afirmar de uma maneira que não seja violenta", concluiu Rosário Farmhouse.

Por fim, a sessão terminou com um desafio…que os jovens levem a mensagem que ouviram nesta sessão e a façam chegar a um maior número de pessoas, aos amigos, à família, na escola, no bairro, fazendo com que todos se envolvam no espírito da campanha e quebrem o ciclo de violência!

Jovens atentos e participativos!

A próxima sessão será já no próximo dia 17 de Abril, no Espaço Lx Jovem, no Bairro do Armador, Chelas.

Apareçam!

Comentários

    Ainda não há comentários. Insere o teu comentário