“Zé Careca e seus amigos...”

19-10-2006

Os jovens do Projecto Aprender a Ser apresentaram uma peça de Fantoches original intitulada de "Zé Careca e seus amigos...", num convívio designado "Dos filhos para os pais" dirigido aos familiares dos alunos do 5º e 6º anos, organizado pela Escola Básica Integrada de Forjães. Um dos objectivos principais que a escola pretendeu atingir foi "a promoção do diálogo em família e a sua transposição para a sala de aula". Os familiares participaram em massa na actividade pelo que a Escola Básica Integrada de Forjães está de parabéns pela iniciativa!

Relativamente à participação dos nossos jovens e familiares, o objectivo principal foi o de Fomentar e facilitar a participação dos pais/famílias em actividades educativas promovidas no meio escolar (actividade inscrita no plano de actividades do projecto). Esta actividade permitiu ainda que os jovens mostrassem à comunidade escolar (professores, familiares, entre outros) que detêm capacidades de leitura, de interpretação, de expressão dramática e de algum "improviso".

Pretendeu-se que os olhares sobre estes jovens fossem um pouco mais além da ideia preconcebida pela comunidade escolar, de jovens que, na maior parte das vezes, são vistos como detentores de poucas competências ao nível da própria criatividade e empenho. Esta peça de fantoches pretendeu contrariar esta ideia.

Aceitando o desafio da escola, os jovens do Projecto dinamizaram um pequeno atelier onde foram construídos a peça, as gravações utilizando os recursos do CID e os fantoches que foram feitos a partir de jornais e fita cola, decorados com toda a imaginação, onde cada personagem ganhou vida e uma personalidade própria.

A peça, escrita pelos jovens do projecto, conta a história de "um menino que tinha abandonado a escola para se entregar aos prazeres do Verão. Deixou todos os seus projectos futuros…" , mas com a ajuda dos seus amigos (Mimi e Paulo Grilo) encontra um novo rumo para a sua vida.

Com bastante música e com bastante humor, a Mimi e o Paulo Grilo apoiam o seu amigo, com a ajuda da Dr.ª Sílvia ("aquela do projecto onde eu ando…"), e ficam bastante orgulhosos com o resultado final.

"Esta história acabou bem, o Zé Careca voltou a estudar e depois passou as férias com os amigos a divertir-se. Infelizmente nem todas as histórias acabam assim…".

Os jovens que, com distinção, participaram neste teatro de Fantoches foram: a Patrícia Torres (12 anos, personagem - Mimi), o Paulo Ribeiro (10 anos, personagem - Paulo Grilo), o Carlos Queirós (12 anos, personagem - Zé Careca), a Sónia Rolo (12 anos, personagem - Dr.ª Sílvia) e a Andreia Torre (19 anos, personagem - Narrador).

Estiveram todos muito bem!

Comentários

    Ainda não há comentários. Insere o teu comentário